Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
A Madrinha do Samba, Beth Carvalho morre aos 72 anos
01/05/2019 12:10 em Música

Não cabe aqui, como a maioria, ficar repassando a obra de Beth Carvalho. Diversos grandes veículos cumprem muito bem esse papel diante das nossas perdas.

Aqui vamos destacar dois momentos importantes, para nós e de certo, para ela, Beth Carvalho.

A Madrinha do Samba, ficou conhecida e assim reconhecida na época dos festivais de música. Ela conquistou o terceiro lugar no FIC de 1968 com a canção "Andança".

O clássico da música brasileira foi composto por Edmundo Souto, Paulinho Tapajós e Danilo Caymmi na casa dela. A letra de Tapajós fala sobre um andarilho. 

O segundo momento importante que destacamos foi quando ela visitou a "nossa casa", um show aqui no Vale do Paraíba, em São José dos Campos.

Na ocasião as mulheres da plateia espontaneamente tiraram os sapatos, marcando neles o ritmo de "Vou Festejar", num momento que contagiou a todos.

Nos últimos dez anos ela sofria com problemas de coluna, isso a limitou a ponto de num show com o grupo Fundo de Quintal, em 2018, ela cantar no palco - deitada.

Essa era Beth Carvalho, guerreira, uma andarilha da vida, que desfilou com beleza e deixou uma vasta obra. E é isso que fica, a obra, o legado.

Ela encerrou sua passagem por aqui ontem, às 17:33, no Rio de Janeiro, aos 72 anos em decorrência de infecção generalizada. Beth Carvalho estava internada no Hospital Pró-Cardíaco.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!